-BLOG NÃO OFICIAL-

terça-feira, 26 de abril de 2011

Filosofia

A paz do Senhor a todos! Na última aula vocês estudaram um pouquinho de filosofia. Cito aqui um pequeno trecho do livro Filosofia e Cosmovisão Cristã (p. 31) que nos mostram um pouco mais da importância da filosofia para nós, cristãos, já que ela nos ajuda a pensar racional e criticamente as questões mais importantes acerca da vida, inclusive as questões que versam sobre a moralidade. A apologética está em destaque dentro da filosofia e do parágrafo a seguir.

... a filosofia auxilia na tarefa da apologética, cujo objetivo é estabelecer uma defesa plausível do teísmo cristão em face das objeções que lhe são apresentadas, oferecendo evidências positivas a seu favor... Os profetas do Antigo Testamento frequentemente recorreram a vastos argumentos sobre a natureza do mundo para justificar a religião de Israel. Por exemplo, eles ridicularizaram os ídolos pagãos por sua fragilidade e insignificância. O mundo é muito grande, afirmavam, para ter sido feito por algo tão pequeno (Is 44 e 45). Argumentos como esse admitem uma posição filosófica sobre a natureza da causalidade; por exemplo. que um efeito (o mundo) não pode advir de algo menos poderoso do que ele próprio (o ídolo). Da mesma forma, os profetas frequentemente recorriam aos princípios gerais do raciocínio moral para criticar a imoralidade das nações pagãs (p. ex., Am 1 e 2). Argumentos como esse utilizam a lei moral natural e os princípios filosóficos gerais do raciocínio moral.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Frutos

"Certo garoto ganhou de um feirante uma muda de laranjeira. Ele a plantou em seu quintal e esperou alguns anos até que a planta desse seus primeiros frutos. Porém, na primeira colheita, a "laranjeira" deu uma bela safra de limões! Milagre? Não, apenas o engano de um feirante. Engano que o tempo desfez, "porquanto cada árvore é conhecida pelo seu próprio fruto" (Lucas 6.44)".

Álvaro César Pestana

Nosso modo de viver (nossa vida exterior) revela quem realmente somos, o que há dentro de nossas mentes e corações (nossa vida interior). Não há como enganar ou ser enganado por muito tempo.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Tarefas

Amores de minha vida, não esqueçam de fazer as tarefas. Saõ elas três questionários, 1 referente à revista que terminamos de estudar e dois referentes às duas primeiras lições da nova revista. Até domingo.