-BLOG NÃO OFICIAL-

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Jovens e Velhos

O vigor do jovem e a sabedoria do velho, se unidos, ganharão muito terreno na luta contra o inimigo e na expansão do Reino de Deus. Pense nisso!

sábado, 24 de abril de 2010

Problemas em família e conclusão

Como aprendemos com o nosso amado e querido Pastor Leônidas, no dia 16.04.10, no culto de doutrina, desde o princípio as famílias escolhidas e usadas por Deus têm problemas de relacionamento, como a família de Jacó, por exemplo. Contudo, no nesse caso específico, Jacó teve um ENCONTRO COM DEUS e fez um propósito de voltar à casa de seu pai e reconciliar-se com seu irmão, propósitos estes que ele se esforçou por alcançar e conseguiu. Para os detalhes interessantíssimos desta história, leia Gênesis, capítulos 25 a 33. O fato é que relações familiares podem ser bem complicadas, mas com a ajuda de Deus conseguiremos vencer as barreiras e viver em família da maneira como Deus planejou: em paz e harmonia, glorificando a Deus e sendo sal da terra e luz do mundo como família também.
Para concluir, embora ainda haja muitas coisas que poderíamos falar sobre o tema pais e filhos, quero deixar para nossa meditação quatro versículos (com grifos meus):
Escute o seu pai, pois você lhe deve a vida; e não despreze a sua mãe quando ela envelhecer. Compre a verdade, a sabedoria, a instrução e o bom senso, mas não venda nenhum deles. O pai que tem um filho correto e sábio ficará muito feliz e se orgulhará dele. Faça que seu pai se alegre por causa de você; dê à sua mãe esse prazer - Pv 23.22-25 NTLH.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

O mundo prega a desobediência

O mundo diz que é RIDÍCULO obedecer aos pais e, muitas vezes, iludidos com o mundo, queremos ter amizade com ele e passamos a seguir seus sórdidos conselhos. Mas, a Bíblia deixa claro que a amizade com o mundo é inimizade contra Deus. Logo, como já temos visto, para ser amigo de Deus é preciso resistir ao mundo e a seus ímpios preceitos e seguir a Deus e Seus mandamentos, e isso inclui obedecer e honrar aos pais.
Referências: Tg 4.4,7; Jo 14.15; 15.14; Êx 20.12 e Ef 6.1-3.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Honrar aos pais

O versículo diz tudo (grifos meus):

Se você amaldiçoar os seus pais, a sua vida terminará como uma lâmpada que se apaga na escuridão - Pv 20.20 NTLH.

O que a seu pai ou a sua mãe amaldiçoar, apagar-se-lhe-á a sua lâmpada e ficará em trevas densas - Pv 20.20 ARC.

terça-feira, 20 de abril de 2010

A questão da disciplina

Ninguém gosta de ser disciplinado, mas a disciplina é indispensável para formar um bom caráter, tanto moral quanto espiritual. Logo, é dever dos pais disciplinar seus filhos, uma vez que eles são a autoridade constituída por Deus sobre os filhos e responsáveis pela formação destes. Assim, a disciplina no lar garante ordem, respeito, prosperidade e bênçãos. Antes de citarmos os textos bíblicos que falam sobre a disciplina, precisamos ressaltar que esta, se aplicada da maneira como a Bíblia nos ensina, não é nem relapsa nem severa demais. A disciplina consiste em não abandonar os filhos à loucura de uma vida sem governo. Para isso, muitas vezes, além de instruí-los, é necessários castigá-los. Vamos aos versículos (os grifos são meus, tá?):
E vós, pais, não provoquies a ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e na admoestação [disciplina] do Senhor - Ef 6.4.
O que retem a sua vara aborrece a seu filhos, mas o que o ama a seu tempo o castiga - Pv 13.24.
O filho sábio ouve a correção do mais; mas o escarnecedor não ouve a repreensão - Pv 13.1.
Porque o mandamento é uma lâmpada, e a lei uma luz: e as repreensões da correção são o caminho da vida - Pv 6.23.
Pega-te à correção e não a largues: guarda-a, porque ela é a tua vida - Pv 4.13.
O tolo despreza a correção de seu pai, mas o que a observa a repreensão prudentemente se haverá [prosperará] - Pv 15.5.
O que rejeita a correção menospreza a sua alma, mas o que escuta a repreensão adquire entendimento - Pv 15.32.
Não retires a disciplina da criança porque, fustigando-a com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do inferno - Pv 29.13 e 14.
Castiga o teu filho enquanto ainda há esperança - Pv 19.18a.
A vara e a repreensão dão sabedoria, mas o rapaz entregue a si mesmo envergonha a sua mãe - Pv 29.15.
E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela - Hb 12.11.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Ebenezer II estuda a relação entre Pais & Filhos

Como o título da postagem já diz, a relação entre pais e filhos foi o foco de nosso estudo na última aula, dia 19/04/10. Como uma única aula não é suficiente para esgotarmos o assunto, continuaremos a abordá-lo, no decorrer desta semana, aqui, no nosso blog.


Nosso Deus é perfeito, maravilhoso e misericordioso, e usou o Pb Anderson para, no domingo à noite, confirmar e complementar aquilo que comentamos na parte da manhã em nossa classe. Agredeço muito a Deus por isso, pois Ele tem nos ensinado Sua Palavra.


Bem, hoje começaremos com dois textos, que serão seguidos, no decorrer dos dias, por pequenas explicações e meditaçãos, ok? Espero que todos nós possamos realmente meditar naquilo que Deus tem ministrado a nossas mentes e nossos corações. Assim, não nos conformaremos com este mundo tenebroso, mas renovaremos nossos entendimentos segundo a Verdade e seremos amigos verdadeiro de Jesus, por fazermos aquilo que Ele nos manda.

Pois vocês sabem muito bem que, quando se entregam a alguma pessoa para serem escravos dela, são, de fato, escravos dessa pessoa a quem vocês obedecem. Assim sendo, vocês podem obedecer ao pecado, que produz a morte, ou podem obedecer a Deus e ser aceitos por ele. Rm 6.16 NTLH.

Não sabei vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? Rm 6.16 ARC.

Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais, no Senhor, porque isso é justo. Honra a teu pais e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra. Ef 6.1-3 ARC (grifos meus).

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Nossos caminhos devem bilhar

Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais
até ser dia perfeito.
Pv 4.18

terça-feira, 13 de abril de 2010

Amizade

JESUS é o melhor amigo que alguém pode ter. Em nossas amizades, sempre nos associamos àqueles que se parecem conosco, em ideais e comportamentos. Em nossa amizade com Cristo não deve ser diferente: devemos pensar como Ele e agir como Ele, se queremos ser seus amigos.

O Pastor Leônidas nos ilustrou como um filho herda características do pai. Assim, se somos filhos de Deus devemos nos assemelhar a Ele.

Em nossas amizades humanas, muitas vezes, nossos "amigos" nos incentivam a abandonar o Fiel e Verdadeiro Amigo, nos estimulando a andar por caminhos tortuosos, cujo final é morte eterna. Contudo, quando as consequências desses caminhos nos encontra, tais "amigos" nos abandonam. Jesus, ao contrário, mesmo quando a tempestade assola o barco em que estamos, Ele permanece conosco, e ainda que nosso corpo física peraça, nosso corpo espiritual estará com Ele ETERNAMENTE!

Nos amamos nossos amigos e somos capazes fazer de muitas coisas por eles, de fazer até alguns "sacrifícios". Mas, Jesus, nos amou quando ainda éramos Seus inimigos, quando ainda estávamos mortos em nossos pecados. Ele se entregou por nós, nos amou primeiro.

Amemos a Deus e O adoremos em espírito e em verdade, obedecendo Seus mandamentos, sendo amigos comprometidos com Ele, com Sua Igreja e com aqueles que Ele tem nos dado por amigos aqui nesta terra, não amando apenas por palavra, mas por obra e em verdade, pois Ele nos amou primeiro, como nos ensinou o Tio Márcio.
Vos sereis meus amigos, SE fizerdes o que eu vos mando.
João 15.14.
Algumas referências bíblicas: Ef 4.29-32; Fp 4.8; Cl 3.1 e 2; Ef 2.10; ! Jo2.4-6 e 15-17; 1 Jo 3.18; 1 Jo 4.19; Tg 4.4.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Novo Trimestre

Como nos ensinou o aluno Danilo, Deus escreveu a Bíblia para nós a lermos, e se não o fazemos, estamos ignorando a Deus. E, depois de constatarmos como a mensagem da Bíblia realmente é atual, válida para qualquer pessoa, de qualquer época, em qualquer lugar, aprenderemos, neste novo trimestre, o que a Palavra de Deus tem a nos ensinar a respeito de nossos relacionamentos. Se não lemos a Bíblia, deixamos de ouvir o que Deus tem a nos dizer também acerca de como nos relacionar com o mundo e com as as pessoas que nos cercam.

PARTICIPE!